TAMANHO DA LETRA
A
A
A

Sangramento Durante a Gravidez

Conheça as causas de sangramento na gravidez

Foto: Divulgação
Você deve ficar atenta aos sintomas que vêm com o sangramento durante a gravidez.

O sangramento durante a gravidez é comum, principalmente no primeiro trimestre, e normalmente não é motivo para preocupação. Mas devido ao fato de que o sangramento às vezes pode ser sinal de algo mais sério, é importante conhecer as possíveis causas e ser examinada por um médico para ter certeza de que você e o seu bebê estão bem de saúde.

Sangramento no Primeiro Trimestre

Aproximadamente 20% das mulheres têm algum sangramento durante as primeiras 12 semanas de gravidez. Entre as possíveis causas do sangramento no primeiro trimestre, estão:

Sangramento de implantação. Você poderá ter um pequeno sangramento, normal nas primeiras 6 a 12 semanas após a concepção, por causa da implantação do óvulo fertilizado no revestimento do útero. Algumas mulheres não notam que estão grávidas porque confundem esse sangramento com uma leve menstruação. Normalmente, o sangramento é bem leve e dura poucas horas ou alguns dias.

Aborto espontâneo. O aborto espontâneo é considerado uma das maiores preocupações em relação ao sangramento no primeiro trimestre porque geralmente ocorre nas primeiras 12 semanas da gravidez. Aproximadamente metade das mulheres que têm sangramento durante a gravidez, acabam sofrendo aborto espontâneo, mas não significa necessariamente que se você está sangrando é porque perdeu o bebê, ainda mais se você não tiver qualquer outro sintoma.

Sintomas: cólicas no baixo ventre e a passagem de tecidos pela vagina.

Gravidez ectópica. Em uma gravidez ectópica, o embrião se implanta fora do útero, geralmente nas tubas uterinas. Se o embrião continuar se desenvolvendo ali, pode causar o rompimento da tuba uterina, o que pode ser fatal para a mãe. Embora a gravidez ectópica seja potencialmente perigosa, ela só ocorre em aproximadamente 2% das gestações.

Sintomas: fortes cólicas ou dores no baixo ventre e tonturas.

Mola hidatiforme. Essa é uma condição médica muito rara na qual, ao invés de um bebê, há o crescimento anormal de tecido dentro do útero. Em casos raros, ocorre o crescimento de tecido tumoral maligno que pode se espalhar para outras partes do corpo.

Sintomas: fortes náuseas, vômitos e rápido crescimento do útero.

Ferramentas & Slides no MedClick

Como Parar de Fumar
Confira as dicas dos especialistas.
Alimentos Bons Para o Cérebro
Melhore sua concentração.
Picadas de Insetos
Identifique-os pelas suas picadas.
Aids / HIV
Mitos e Verdades Sobre HIV/Aids.
Calorias
Quantas calorias seu corpo precisa.
Suor
O que te faz suar além do normal?
Altura da Criança
Veja o quanto seu filho pode crescer.
Sinais do Mal de Alzheimer
10 sinais de alerta da doença.
Raças de Cachorro
Conheça cada raça em detalhes.
Anticoncepcionais
Qual é a melhor opção para você?
Álcool no Sangue
Fatores que influenciam.
Como Diminuir o Colesterol
15 dicas para reduzir o LDL.