Saúde Mental

TAMANHO DA LETRA
A
A
A

Epilepsia

Causas, sintomas, procedimentos e tratamento

Ilustração: Epilepsy.com
Os neurologistas classificam as crises epilépticas em dois tipos principais: as parciais (em uma área do cérebro) e as generalizadas

A epilepsia é uma doença do sistema nervoso que provoca mudanças súbitas, breves e repetidas na atividade cerebral. Durante uma crise epiléptica, popularmente conhecida como convulsão, os neurônios do cérebro podem funcionar, de forma incontrolável, até quatro vezes mais rápido que o normal, afetando temporariamente a forma com que a pessoa se comporta, locomove, pensa ou sente.

O Que Causa a Epilepsia?

A causa pode ser uma lesão no cérebro, decorrente de uma forte pancada na cabeça, uma infecção (meningite, por exemplo), neurocisticercose ("ovos de solitária" no cérebro), tumores cerebrais, condições genéticas (esclerose tuberosa, por exemplo), problemas circulatórios no cérebro, abuso de bebidas alcoólicas, de drogas, etc.

Todavia, em aproximadamente 70% dos casos, não é possível conhecer a causa específica da epilepsia.

Quais São os Sintomas?

Os sintomas da epilepsia variam conforme as áreas do cérebro que são afetadas, sendo divididas em crises generalizadas e crises parciais.

A crise convulsiva é a forma mais conhecida pelas pessoas e é identificada como "ataque epiléptico". É uma crise generalizada porque envolve todas as áreas do cérebro. Nesse tipo de crise a pessoa pode cair ao chão, apresentar contrações musculares em todo o corpo, morder a língua, ter salivação intensa, respiração ofegante e, às vezes, até urinar.

A crise do tipo "ausência" é conhecida como "desligamentos". A pessoa fica com o olhar fixo, perde contato com o meio por alguns segundos. Por ser de curtíssima duração (questão de segundos), muitas vezes não é percebida pelos familiares e/ou professores. Também é considerada uma crise generalizada e, geralmente, se inicia na infância ou na puberdade.

Há um tipo de crise que se manifesta como se a pessoa estivesse "alerta" mas sem o controle de seus atos, fazendo movimentos automaticamente. Durante esses movimentos automáticos involuntários, a pessoa pode ficar mastigando, falando de modo incompreensível ou andando sem direção definida. A crise se inicia em uma área do cérebro. Em geral, a pessoa não se recorda do que aconteceu quando a crise termina. Esta é a chamada crise parcial complexa. Porém, se a atividade elétrica se espalhar para outras áreas do cérebro, ela pode se tornar uma crise generalizada.

Ferramentas & Slides no MedClick

Como Parar de Fumar
Confira as dicas dos especialistas.
Alimentos Bons Para o Cérebro
Melhore sua concentração.
Picadas de Insetos
Identifique-os pelas suas picadas.
Aids / HIV
Mitos e Verdades Sobre HIV/Aids.
Calorias
Quantas calorias seu corpo precisa.
Suor
O que te faz suar além do normal?
Altura da Criança
Veja o quanto seu filho pode crescer.
Sinais do Mal de Alzheimer
10 sinais de alerta da doença.
Raças de Cachorro
Conheça cada raça em detalhes.
Anticoncepcionais
Qual é a melhor opção para você?
Álcool no Sangue
Fatores que influenciam.
Como Diminuir o Colesterol
15 dicas para reduzir o LDL.