Voltar ao Topo
Alimentação

Benefícios do Selênio Para a Saúde

O selênio é um mineral traço essencial importante para a função cognitiva, imunidade e fertilidade de homens e mulheres. Vários alimentos são fontes de selênio, porém os mais ricos são a castanha-do-Pará, frutos do mar e vísceras.

Geralmente, a quantidade de selênio de determinado alimento depende da concentração de selênio no solo ou na água onde o alimento foi cultivado/criado.

Ingestão recomendada de selênio

A Ingestão Diária Recomendada (IDR) de selênio é de 55 microgramas para adultos. Gestantes e lactantes têm necessidade um pouco maior de selênio: de 60 e 70 microgramas por dia, respectivamente.

castanha-do-pará

A castanha-do-Pará é uma ótima fonte de selênio – a porção de 30 gramas contém 543 microgramas do mineral. Foto: Elements for Life.


A deficiência de selênio é rara e, geralmente, demora anos para se desenvolver, sendo mais comum em regiões cujos solos possuem baixas concentrações de selênio. Várias regiões da China onde a concentração de selênio no solo é baixa conseguiram erradicar a deficiência de selênio na população através de programas de suplementação.

Os suplementos de selênio são facilmente encontrados em farmácias, mas a melhor forma de obter vitaminas e minerais é através da alimentação. Não é um único mineral ou vitamina que torna certos alimentos essenciais para nossa alimentação, mas sim o conjunto daqueles nutrientes trabalhando de forma conjunta.

Já foi provado cientificamente que isolar certos nutrientes na forma de suplemento não traz os mesmos benefícios que consumir o nutriente diretamente dos alimentos. Portanto, tenha como foco obter sua recomendação diária de selênio primeiramente dos alimentos e, se for necessário, só então tome suplementos.

Possíveis benefícios da ingestão de selênio

O selênio faz parte da produção das prostaglandinas no organismo, hormônios responsáveis por regular o processo inflamatório, e seu consumo pode diminuir a inflamação relacionada à artrite reumatoide.

Um estudo feito na Holanda associou a ingestão de selênio a um risco menor de câncer de próstata. Os pesquisadores mediram os níveis de selênio dos participantes do estudo através das unhas dos pés, um marcador que quantifica a ingestão de selênio de longo prazo. Os pesquisadores descobriram que quanto maior o nível de selênio nas unhas dos pés, menor o risco de câncer de próstata nos participantes do estudo. Convém ressaltar que estudos anteriores sobre a relação entre selênio e câncer de próstata tiveram resultados divergentes.

O selênio funciona de forma conjunta com a vitamina E como antioxidante que evita a formação de radicais livres e, consequentemente, pode reduzir o risco de câncer de pele e evitar queimaduras solares.

Alimentos fontes de selênio

  • Castanha-do-Pará, 30 gramas: 543 microgramas
  • Linguado, assado, 1 filé: 148 microgramas
  • Atum, enlatado, 90 gramas: 68 microgramas
  • Ostra, crua, 90 gramas: 56 microgramas
  • Arroz, branco, agulhinha, 1 xícara: 44 microgramas
  • Lagosta, 90 gramas: 36 microgramas
  • Sementes de girassol, ¼ xícara: 25 microgramas
  • Ovo, 1 grande: 16 microgramas
  • Pão, integral, 1 fatia: 10 microgramas.

A quantidade de selênio em grãos e derivados depende muito da concentração de selênio no solo.

A maioria das frutas e verduras são pobres em selênio.

Riscos potenciais de saúde pelo consumo de selênio

A intoxicação por selênio (também rara) pode causar alterações na pele, nas unhas, cáries dentárias, e problemas gastrointestinais e neurológicos.

Para evitar doenças e ter uma boa saúde, o mais importante é a nossa alimentação. O segredo da boa saúde é comer uma variedade de alimentos e não se concentrar apenas em nutrientes de forma isolada.

Artigo original: What are the health benefits of selenium? – Medical News Today.

Compartilhe